Caminho das Artes

INTRODUÇÃO
A Cidade de Bombinhas se destaca entre os destinos turísticos no Estado, e até mesmo no Brasil, recebendo uma média de 150 mil turistas por temporada de verão. Tal fato, fez de Bombinhas a quarta cidade mais visitada de Santa Catarina (1) e a quarta melhor   praia   do   Brasil(2).

Apesar  de  ser o patrimônio  natural o responsável pelo reconhecimento,  as   bases  culturais  contribuem para  que  cada vez  mais pessoas se encantem por Bombinhas. Por isso, faz-se necessário criar alternativas para visitação que envolvem estas características, e o artesanato está inserido nesse contexto.

Este projeto propõe um  roteiro cultural  para visitação aos ateliês de artesãos e
artistas da Cidade, tendo como público alvo turistas que já estejam hospedados em Bombinhas,  já muitos destes, viajam motivados pelas belas praias e acabam não conhecendo todos os atrativos que o lugar oferece.

JUSTIFICATIVA
Durante muito tempo, a palavra patrimônio foi associada a edificações referentes aos setores dominantes, como igrejas, fortes, casas – grandes, sobrados coloniais. Mas hoje a concepção de patrimônio é mais flexível, entendendo que as senzalas, os cortiços, os quilombos, os engenhos, também são contemplados nesse conceito.
Diante dessa perspectiva, podemos pensar o conceito de patrimônio, e preconizar em seu entendimento os bens imateriais também. Como elucida Godoy:
O patrimônio  cultural, terminologia substitutiva a de patrimônio histórico  e  artístico, é constituído de unidades designadas bens culturais.(3)
Nossa proposta é poder  sublinhar  características culturais num  roteiro turístico, incentivando  assim artesãos locais e incluindo-os  na gama de atrativos turísticos de Bombinhas.
Esses artesãos são representantes da comunidade bombinense e através do seu trabalho preservam o patrimônio imaterial do município, além de portunizarem o saber dos artesanatos às pessoas da cidade. O que equivale dizer que essa atitude é estimulada pelo Poder Público, pois estimula a aprendizagem e inibe a ociosidade.
Incluir  um  roteiro artístico  cultural  nas  opções  de  lazer da Cidade promove  o desenvolvimento sustentável, haja vista o retorno financeiro e social da atividade, além de contribuir para a divulgação dos fazeres tradicionais de um povo. No caso de Bombinhas, essas  tradições baseiam-se na cultura de base açoriana,  a partir  da colonização dos portugueses do Arquipélago de Açores no litoral catarinense a partir do século VIII. Hoje porém,  a  representação da arte e artesanato não se prende somente neste contexto.
Principalmente a partir da década de 1990, pessoas de outras cidades e estados, e até mesmo de outros países, fixaram residência em Bombinhas, contribuindo assim para uma diversidade da produção artística.
Caminhando junto a esse processo, está o desenvolvimento da atividade turística, que deixou de ser praticada simplesmente em razão da vinda de turistas, que alugavam as  casas dos moradores locais e passou a ser baseada   num planejamento e implementação de infra-estrutura como hotéis, pousadas, agências e atividades turísticas.
Porém,  mesmo com esse planejamento,  a sazonalidade ainda é  fator   limitante para o pleno   desenvolvimento do turismo.  Pensando  nisso, a Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico, em parceria com  o  Grupo   de   Artistas   e   Artesãos   de Bombinhas   –  GAAB  –   propõe   o   roteiro   turístico-cultural   “Caminho   da  Arte”,   como alternativa de atrativo turístico e divulgação do artesanato local e regional.

OBJETIVOS
Objetivo Geral:
Criar um roteiro cultural para visitação aos ateliês de artistas e artesãos de Bombinhas.
Objetivos Específicos:
● Divulgar a arte e artesanato local;
● Propor opções de lazer aos turistas que visitam a Cidade;
● Valorizar artistas locais;
● Inserir artistas e artesãos no mercado tuístico.

METODOLOGIA
O  roteiro foi criado com a participação de 10 pessoas,  entre artistas e artesãos residentes na Cidade(4), que prepararam seus ateliês para receber os visitantes, que poderão acompanhar a  confecção  das  obras e artesanato, além  de servirem como pontos de venda:

Nome ~ Atividade ~ Telefone
Heráclio Silva ~ Jóias/ Artes Plásticas ~ 3393 4552/ 9172 1055
Olga Vidal Pérez ~ Tecelagem ~ 3369 2157
Dulce Nanci Victorero ~ Papel machê e artesanal/ fibras ~ 3369 2203
Cipriana Luiza Pinheiro ~ Tapeçaria ~
Cleuci Teodora dos Santos ~ Patchwork de Retalhos ~
Roger Bally ~ Cerâmica e Vidro ~ 3393 3456
Alejandro Lopez  ~ Fotografia e Vidro ~ 3393 4465
Miriam Vaccarelli ~ Artista Plástica ~ 3393 7024
Raphael Langowski ~ Artista Plástico ~ 3393 4009
Marilina Bernal ~ Artista Plástica ~ 3393 3313

A fim de auxiliar os artesãos a adequarem seus espaços para a visitação, o Sebrae deu  apoio para a capacitação baseada no sistema  D’Olho na Qualidade(5), expondo critérios de avaliação que serviram de base para a adequação dos espaços.
Após, foi  montada uma comissão com membros da Secretaria de Turismo,
Departamento de Cultura e Gaamb para avaliarem os ateliês.
Para a divulgação do projeto, prevê-se a confecção de material gráfico, inserção na mídia  impressa e virtual,  além das placas de  identificação em cada ateliê.  Quanto a visitação, será programado uma agenda semanal.

(1)
Dados: Pesquisa Santur 2006/07
(2)
Segundo pesquisa Revista Viagem e Turismo nov/06
(3)
Bens culturais, segundo Maria do Carmo Godoy é toda produção humana, de ordem emocional, intelectual e material, independente de sua origem ou de seu aspecto formal, bem como a natureza, que propiciem o conhecimento e a consciência do homem sobre se mesmo e sobre o mundo que se rodeia (p.132)

(4)
O processo de adesão foi realizado através do contato informal entre os artistas, e foi firmado no lançamento do projeto.
(5)
O Programa D’Olho na Qualidade é implantado pelo Sebrae com base no sistema de qualidade japonês 5 S para melhor uso do espaço e métodos.

BOMBINHAS, SC
JULHO, 2007

Anúncios

2 respostas para Caminho das Artes

  1. awesome blog. i enjoyed reading your articles. this is truly a great read for me. i have bookmarked it and i am looking forward to reading new articles. cheers.

  2. Pingback: O Caminho das Artes em Bombinhas - Blog do Temporada Livre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s